HomeNotíciasMota-taxistas inscritos na segurança social em Mocímboa da Praia

Mota-taxistas inscritos na segurança social em Mocímboa da Praia

Cabo Delgado - (18/06/2024) - No âmbito da campanha de inscrição de trabalhadores por conta própria (TCP), que decorre à escala nacional, desde Março findo e com a duração de 6 meses, a delegação provincial do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) em Cabo Delgado tem vindo a identificar e sensibilizar várias categorias deste grupo de trabalhadores, de forma a inscrevê-los no sistema de segurança social.

 


Foi com esse propósito que,ha dias, uma acção coordenada entre a delegação distrital do INSS em Mocímboa da Praia e o Comando Distrital da PRM, foi levada a cabo naquele ponto do norte da província de Cabo Delgado, juntando 68 jovens dos mais de 150 que exercem esta actividade no distrito, visando a sua consciencialização sobre a importância de estarem inscritos no sistema. Na ocasião, como resultado, foram inscritos 13 trabalhadores. A equipa, chefiada pelo delegado distrital do INSS, Abdala Falume, ministrou uma palestra durante a qual foram divulgados os benefícios concedidos pelo sistema, os canais para o pagamento das contribuições e as respectivas modalidades, os regimes abrangidos pelo sistema, bem como os requisitos para a inscrição e pagamento das prestações.

 

Januário João Jagaia, chefe das Operações do Comando Distrital da PRM em Mocímboa da Praia, intervindo em representação do comandante distrital, além de aproveitar da ocasião para chamar à vigilância e denúncia de tudo que constatarem de errado no terreno ou a actuação de clientes de conduta duvidosa, apelou aos jovens moto-taxistas a aproveitarem a oportunidade para se inscrever e protegerem a si e as suas famílias, visto que o trabalho que exercem é de risco e, para evitar constrangimentos sócio-económicos nas situações de doença ou outras, há essa necessidade de fazer a poupança, fazendo contribuições ao INSS.

 

Disse, igualmente, aos presentes na palestra, que ele seria o exemplo, pois irá, pessoalmente, sensibilizar as pessoas mais próximas que exercem actividades de género e outras a se inscrever e pagarem regularmente as contribuições, com vista a beneficiarem dos subsídios ora referidos. Jagaia elogiou o INSS pela iniciativa e, ao mesmo tempo, disse que a sua corporação irá continuar a colaborar com o INSS com vista a ter mais jovens deste grupo inscritos no sistema.


Importa sublinhar que aquele tipo de transporte, os vulgos táxi-mota, naquela província, de forma particular no distrito de Mocímboa da Praia, é um dos meios mais usados pela população local, devido às suas facilidades no acesso aos locais de difícil comunicação, como os bairros mais distantes e com vias rodoviárias deficitárias, incluindo os desprovidos de transporte público.


Por sua vez, os jovens trabalhadores de táxi-mota pediram ao INSS, através do respectivo delegado distrital, para que acções idênticas fossem contínuas, de modo a abranger um maior números de associados, sugerindo que brigadas do INSS fossem até às praças onde estes exercem a sua actividade, com destaque para as de 30 de Junho, BCI, Massapateiro, Pamphoro e Mercado de Zalala, pedido prontamente acolhido, tendo em conta o lema da instituição "Por uma segurança social mais inclusiva".

 

No final da palestra, os TCP da área de táxi-mota mostraram-se satisfeitos pelas respostas recebidas à volta das suas solicitações, garantindo que irão se inscrever na segurança social, com o objectivo de salvaguardarem o seu futuro social e dos respectivos familiares.

 

A delegação distrital de Mocímboa da Praia contava, até Maio findo, com um acumulado de 141 TCP, constituídos por pescadores, agentes M-Pesa, vendedores de pescado, entre outros.

 

 

Go to top