HomeNotícias

Utentes do Sistema tem estado a servir-se das reformas do INSS

Maputo - 21/09/2018 - A Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitoria Diogo, reconhece que os utentes do Sistema de Segurança Social tem estado a servir-se das reformas introduzidas pelo INSS.

 

Não obstante, Vitória Diogo insta à instituição a enveredar por uma busca permanente da excelência na prestação dos serviços prestados.

 

"O lema Modernizar para Melhor Servir, reafirma o comprometimento do INSS com a adopção de reformas que permitem não só a aproximação dos serviços aos cidadãos, mas também a prestação de serviços de forma expedita e eficiente. Por isso, a busca pela excelência na prestação de serviços aos utentes do Sistema de Segurança Social Obrigatória é uma acção que deve ser permanente", disse.

 

A titular da pasta de Trabalho, Emprego e Segurança Social fez esta declaração durante a abertura, nesta Quinta-Feira, da Reunião Nacional do INSS, evento de dois dias que realiza, entre outras acções, o balanço das actividades desenvolvidas durante o ano de 2017 e no primeiro semestre de 2018, bem como reflectir sobre as políticas e os instrumentos de gestão para o ano de 2019.

 

Falando para quadros do INSS e convidados, com destaque para os representantes dos parceiros sociais, nomeadamante  CTA, OTM-CS e CONSILMO, Vitória Diogo desafiou o INSS a tudo fazer para garantir que mais concidadãos possam aderir ao Sistema. Segundo disse, a instituição não pode ficar anestesiada com as conquistas e progressos verificados ao longo dos anos da sua existência.

 

" As conquistas e progressos são incontornáveis na Segurança Social, contudo, isso não nos deixa anestesiados, pois persistem desafios em relação à existência de empresas não inscritas ou se inscritas não canalizam as contribuições ao Instituto Nacional de Segurança Social, situação que tem gerado a dívida de contribuições, condicionando o acesso às pensões e subsídios por parte dos beneficiários em caso de ocorrência de eventualidades como doença, acidente, velhice e morte", concluiu.

 

 

 

m contribuicao logo alto5

Go to top