HomeNotíciasINSS apoia Centro de Apoio a Velhice de Chonguene

Ciclo de palestras marca festividades dos 30 anos da Segurança Social

Maputo - (20/09/2019) - As delegações provinciais do INSS realizaram, por ocasião dos 30 anos da institucionalização do Sistema de Segurança Social em Moçambique, assinalados no dia 18 de Setembro, várias actividades com destaque para palestras e seminários de divulgação do Sistema, apoios no âmbito do Programa de Acção Sanitária e Social, bem como actividades desportivas e recreactivas.

 

Na cidade de Maputo, cerca de 100 representantes de confissões religiosas foram sensibilizados a se inscreverem e descontarem para o Sistema de Segurança Social, por forma a garantirem a protecção social dos trabalhadores e seus familiares.

 

O evento foi dirigido pelo Director do Trabalho, Emprego e Segurança Social, na cidade de Maputo, Jafar Buana, e contou igualmente com a participação do delegado do INSS, Rui Guimarães, que defendeu, na ocasião, a necessidade das congregações religiosas aderirem ao Sistema, "pois são instituições que envolvem trabalhadores, alguns dos quais são considerados activistas, cujo enquadramento não cabe no regime de Trabalhadores por Conta Própria".

 

Na província de Tete, a Segurança Social, em coordenação com a Direcção Provincial de Assuntos Constitucionais e Religiosos, divulgou as vantagens de se contribuir para a Segurança Social, evento em que participaram 54 líderes religiosos.

 

Nas províncias de Inhambane, Manica, Sofala, Nampula e Cabo Delgado, tiveram lugar várias palestras dirigidas aos contribuintes e beneficiários, nas quais tomaram parte igualmente os parceiros sociaisl, nomeadamente o movimento sindical e o conselho empresarial.

Em Sofala, a delegação provincial do INSS ofereceu ainda um  enxoval ao primeiro bebé nascido no dia 18 de Setembro, no distrito de Dondo.

 

A delegação  províncial  de Nampula, expôs os serviços da Segurança Social que consistiram na disponibilização de informações sobre o SISSMO (Sistema de Informação de Segurança Social de Moçambique), na componente de inscrição e consulta de dados dos contribuintes (empresas), beneficiários (trabalhadores) e Trabalhadores por Conta Própria (TCP), numa feira realizada na capital provincial.

 

 

 

m contribuicao logo alto5

Go to top