HomeNotíciasRádios e televisões comunitárias de Nampula falam do prémio sobre Segurança Social

Iniciam obras do posto de atendimento do INSS em Bela Vista

Província de Maputo – (29/12/2023) – Arrancaram, na passada Quarta-feira, 27 de Dezembro, as obras para a construção de um posto de atendimento do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) no posto administrativo de Bela Vista, distrito de Matutuine, província de Maputo, as quais terão a duração de quatro meses.

 

Trata-se de uma infra-estrutura que albergará os serviços do INSS naquele ponto do sul do país, por sinal a sede distrital de Matutuine, que precisava de instalações próprias para o seu funcionamento, tendo em conta a dinâmica sócio-económica que se regista.

 

A cerimónia de lançamento da primeira pedra, que assinalou o início das obras, foi dirigida pela administradora do distrito de Matutuine, Juliana Cornélio Mwitu, tendo sido testemunhada, para além de quadros do INSS, por membros do governo distrital, contribuintes, beneficiários, pensionistas, as autoridades tradicionais e a população residente naquela vila sede distrital.

 

O futuro edifício em Bela Vista terá compartimentos e condições que garantirão o atendimento condigno aos utentes, sendo que o mesmo irá assistir mais de 43 contribuintes (entidades empregadoras), 1.633 beneficiários (Trabalhadores por Conta de Outrem), 97 Trabalhadores por Conta Própria (TCP), para além de assistir um total de 37 pensionistas, de diferentes categorias.

 

Enquanto isso, toda a delegação distrital do INSS de Matutuine, cujo edifício se localiza na localidade da Ponta D`Ouro, posto administrativo de Zitundo, construído de raíz, conta actualmente com um acumulado de 631 contribuintes, 8.844 beneficiários, 340 TCP e 101 pensionistas.

 

Discursando na ocasião, Juliana Mwito apelou à população de Bela Vista a fazer melhor aproveitamento do futuro edifício do INSS, sobretudo dos serviços prestados por este, no âmbito do funcionamento do Sistema de Segurança Social, porque assim, segundo explicou, as novas instalações não serão edificadas em vão.

 

A administradora de Matutuine instou, igualmente, ao INSS a triplicar o número de inscritos no Sistema de Segurança Social, enquanto ao empreiteiro apelou para a necessidade de se observar o prazo estabelecido no contrato da empreitada, bem como assegurar que a obra tenha a qualidade desejada.

 

Go to top